Blima Bracher

Bate – papo no fogo: versatilidade da brasa

Chef Rafa Bocaina e seu redanho: ou rede para charcutaria


Exímios no manuseio do fogo, chefs e especialistas ensinam suas saborosas receitas

Evento já consolidado no calendário gastronômico de Belo Horizonte, o Fuegos Festival encarna agora mais uma edição de sua versão virtual. A qualidade da curadoria é a mesma de sempre, e o fogo segue ocupando espaço de protagonismo. Partindo dessa premissa, nasce mais uma edição do Bate-Papo no Fogo, agora com nova roupagem e patrocínio da Belotur. Com o tema “Belo Horizonte como destino do fogo”, todo o conteúdo é gratuito e fica disponível nas plataformas digitais.

A intenção é demonstrar a complexidade dessa combustão emissora de calor tão fundamental para a história da humanidade. Seja em forma de chama, brasa ou labareda, o domínio das labaredas é algo de extrema importância para o cozinheiro – seja amador ou profissional -, e os convidados vão demonstrar os resultados que esse manuseio pode oferecer.

Desta forma, toda essa versatilidade do fogo será explorada por uma escalação de destacados profissionais da área. A segunda edição do Bate-Papo no Fogo traz o chef Djalma Victor, o charcuteiro Rafa Bocaina, a cozinheira Sofia Marinho e o especialista em leitão Luiz Ney. Cada um deles irá exibir a potencialidade que as chamas causam em seus preparos. Enquanto isso, a condução da boa prosa fica sob responsabilidade de Célio Gutstein, mestre-cervejeiro da Wäls, recentemente eleita como a melhor cervejaria do mundo pelo International Beer Challenge (IBC).

O Ateliê Wäls, um dos lugares gastronômicos mais icônicos de Belo Horizonte, serviu de cenário das gravações. As locações respeitaram os protocolos sanitários da Covid-19.

Os episódios

No primeiro episódio, o chef Djalma Victor demonstra sua perícia no manuseio de brasas e labaredas. Apaixonado por fogo e nacionalmente conhecido por sua participação no programa Mestre do Sabor, da Rede Globo, ele prepara uma imponente costela cozida ao longo de seis horas. Uma defumação feita no interior de um barril de cerveja Wäls deixa a receita com um gosto especial.

O redanho do porco, uma manta de gordura que envolve o abdômen do animal, é a estrela do segundo episódio. Especialista em charcutaria, Rafa Bocaina dá um mergulho na cultura culinária caipira, objeto de suas vivências e paixões, e ensina como se faz um bolinho de carne embrulhado no inusitado ingrediente.

A chama feminina ocupa o terceiro episódio, graças à presença da jovem chef Sofia Marinho. Com desenvoltura no preparo de orgânicos, a cozinheira prova que as mulheres também dominam a churrasqueira.

Ícone do preparo de leitão à pururuca na cidade de Tiradentes, Luiz Ney é o convidado do quarto episódio e apresenta seu repertório de culinária rústica. O cozinheiro dá suas dicas de como fazer a receita utilizando o fogo à base de lenha. A receita, fruto de tradição centenária, é das mais disputadas nos eventos gastronômicos em Minas Gerais.

Cada uma dos preparos desta segunda temporada do Bate-Papo no Fogo são harmonizados com cervejas da Wäls.

Bate-Papo no Fogo

Pensado para levar conhecimento gastronômico em tempos de pandemia e isolamento social, o evento é braço do já reconhecido Fuegos Festival, um dos festivais mais estabelecidos do calendário mineiro.

A tradição culinária mineira tem na carne uma de suas espinhas dorsais, por isso a organização se esforça em apresentar uma curadoria que exiba abordagens novas e interessantes a respeito do ingrediente, tendo sempre o fogo como protagonista.

A organização também acredita no potencial gastronômico de Belo Horizonte, por isso defende o título de Cidade Criativa da Gastronomia, dado pela Unesco em 2019.

O Bate-Papo no Fogo conta com o patrocínio da Prefeitura de Belo Horizonte, por meio da Belotur. A apresentação é da Wäls, e os apoiadores são a Carapreta Carnes Nobres e Construflama.

Cronograma

1º episódio: chef Djalma Victor (já está no ar)

2º episódio: 12 de janeiro – charcuteiro Rafa Bocaina

3º episódio: 19 de janeiro – cozinheira Sofia Marinho

4º episódio: 26 de janeiro – especialista em leitão Luiz Ney

BAte-Papo no Fogo

youtube.com/fuegosfestival

instagram.com/fuegosfestival

Crédito das imagens: Francisco Dumont/Fuegos

Chef Djalma Victor
Chef Luiz Ney e seu famoso leitão à pururuca
Com Blima Bracher #blimabracher @blimabracher

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.