Blima Bracher

Das “pool parties” às mesas elegantes: vinhos brancos e espumantes são o must do verão

Produzidos pela fermentação de uvas brancas, ou uvas tintas, sem as cascas, os vinhos brancos apresentam frescor, boa acidez e são perfeitos para harmonização com pratos suaves e leves. Por isso, são aposta certeira em tempos de altas temperaturas. Tropical e ensolarado, o Brasil é um paraíso para o consumo dessas bebidas. Espumantes são um must nas “pool parties”, festas que se multiplicam no Brasil.
E nem só com peixes e carnes brancas ele vai bem: saladas, carnes vermelhas magras, queijos suaves, mariscos e sopas frias casam muito bem com estes vinhos, desprovidos de taninos. Bons brancos vem da Austrália e África do Sul.
Com as temperaturas em alta, o Verdemar investiu numa seleção de vinhos e espumantes brancos e rosés para agradar a todos os paladares. Até o dia 31 de janeiro, os clientes podem encontrar, em todas as unidades da rede, várias opções de rótulos e nacionalidades com bom custo benefício.
São vinhos charmosos e altamente recomendados para o verão brasileiro, devendo ser bebidos bem frescos. De acordo com o consultor enológico do Verdemar, Carlos Arruda, a indicação, para os períodos mais quentes do ano, são versões que promovem uma refrescância natural ao consumi-los. Entre as ofertas: o francês Cuvée Lacustre, branco ou pinot noir (R$ 44,98); o sul africano Saronsberg Sauvignon Blanc (R$ 67,98); e o espumante francês Dargent Ice chardonnay e rosé, de 1,5 litros (R$ 126,98).

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Categorias:
Pelo Mundo