Blima Bracher

“The Last Kingdom”: spoiler histórico

Utread jura sua espada a Alfredo, O Grande. Mas é o neto bastardo do rei que vai conseguir unificar a Inglaterra

“The Last Kingdom”, em exibição na Netflix, conta a história de luta entre vikings e anglo-saxões, do ponto de vista dos anglo-saxões, diferentemente do que acontece na série “Vikings”, onde os protagonistas são os navegadores escandinavos.

Essas batalhas se travam a partir dos anos 800 D.C. quando os vikings, em busca de terras menos geladas e férteis se lançam ao mar, invadindo territórios, principalmente, onde hoje se encontram Grã-Bretanha e Alemanha. Também saqueavam tesouros e povoados.

Na saga “The Last Kingdom” , baseada nas Crônicas Saxônicas de Bernard Cornwell, Utread de Bebbanburg (Alexander Dreymon), um menino saxão, é sequestrado e criado entre os Daneses, ou Dinamarqueses.

Utread de Bebbanburg
Utred é tentado pela beleza e astúcia da feiticeira Skade ( Thea Sofie Loch Naess). A existência de Utread e de Skade são , provavelmente, romanceadas, pois eles não são citados na Crônicas Saxônicas de Bernard Cornwell

Porém, Utread jura sua espada ao rei de Wessex, Alfredo, o Grande, tornando-se temido como o matador de daneses.

A existência de Utread, pode ser romanceada, porém o governo do Rei Alfredo, conhecido como O Grande (e interpretado na série “The Last Kingdom” por David Dawson) são parte importante na formação da Inglaterra.

Alfredo luta ao lado do irmão Etelberto, então o Rei de Wessex. Juntos, enfrentam os exércitos Daneses e fazem um juramento entre si: o irmão que sobrevivesse ao outro herdaria o trono.

Alfredo e seu irmão Etelberto em batalhas contra os daneses: quem sobrevivesse herdaria o trono

Unidos, travam nove batalhas sangrentas contra os daneses, uma delas sob o comando de Ivar , O Desossado (interpretado por Alex Andersen, em “Vikings”), que era filho do temido Rei Viking Ragnar Lothbrok , interpretado na série “Vikings” por Travis Fimmel.

Ivar, o Desossado, filho de Ragnar Lothbrok, é um dos líderes de batalhas contra o Rei Alfredo, O Grande
Ragnar Lothbrok, o temido líder Viking

Em uma dessas batalhas, o rei Etelberto é assassinado, sendo Alfredo coroado como rei, sem mais problemas, até porque os descendentes de seu irmão Etelberto eram crianças.

Ao lado de sua esposa Elestiva, Alfredo reina de 871 a 899, sempre enfrentando o duro cerco dos vikings, liderados pelo Rei Gutrum, que haviam tomado o norte da Inglaterra, a Northúmbria e queriam a Mércia, na região central.

A região da Mércia, que fica no meio do território inglês, passa ao domínio de Alfredo, mediante pagamento e acordos com os Vikings. Lá, Alfredo deixa como rei seu genro Etelredo e sua filha Aethelflead, que depois da morte do marido, passa a ser a rainha da Mércia.

Antes de continuarmos, vou fazer aqui uma observação que muitos podem estar se perguntando: – Porque esse prefixo Aethel nos nomes? Aethel no idioma anglo antigo significava nobre. O nome, no século XIX, voltou à moda em Londres como Ethel.

Voltando ao século nove D.C. , Alfredo teve fama de ser um rei prudente, mediador, que incentivou a educação e promoveu as táticas de defesa anglicanas.

Alfredo recebeu a alcunha de O Grande, por ser prudente e incentivar a educação e melhorar as defesas da Inglaterra. Apesar de ser representado grande em estátuas, tinha o porte frágil e a saúde fraca
Alfredo, interpretado por David Dawson em “The Last Kingdom”: saúde fraca, possivelmente, portador da doença de Crohn

Pois bem, depois da morte do Rei Alfredo (que tinha a saúde fraca desde criança), em 899, seu filho Eduardo ( Timothy Innes) herda o reino de Wessex, fazendo aliança com sua irmã que governava a Mércia.

Eduardo, filho de Alfredo, interpretado por Timothy Innes

É daqui que começa a parte mais curiosa da história. Como mostrado no filme, Eduardo se casa em segredo com a plebeia Egvina com quem tem três filhos. O primogênito deles, Etelstano, perde então o direito ao trono, por ser bastardo e considerado ilegítimo.

Um segundo casamento ( considerado, oficialmente o primeiro) é arranjado com a nobre Elfleda. O casal tem 10 filhos . Os dois primogênitos são homens Etelvardo e Eduíno.

O herdeiro legítimo de Eduardo passa a ser Etelvardo, que apesar de ser mais novo que Etelstano, vem de um casamento legitimado pela Igreja.

O rei Eduardo ainda se casa um terceira vez, após ficar viúvo e tem mais 4 filhos. Ao todo foram 17 crianças, , mas isso não vem ao caso agora.

O que quero colocar como curiosidade é que Eduardo morre na batalha cambro-merciana no ano de 924.

O trono do pai é assumido por Etelvardo, que à época tinha 22 anos. Mas seu reinado durou apenas 16 dias. Alguns historiadores dizem que o primogênito ilegítimo Etelstano pudesse ter a ver com a moste do meio-irmão. Fato é que Etelstano , nascido em 894 assume o trono em 924 e reina até 939. Dizem que mandou afogar o outro meio-irmão, Eduíno, em 933 que também reclamava o trono.

Pois bem, o Rei Etelstano, o bastardo de Eduardo, é considerado o primeiro Rei da Inglaterra unificada , conseguindo colocar sob a mesma bandeira, Wessex, Mércia, Northúmbria e outras regiões.

Escrito por Blima Bracher #blimabracher @ blimabracher

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Comentários

Subscribe
Notify of
guest
6 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Marcos Dias

Gostei do Spoiler. Deu uma geral bacana das 4 temporadas.
Faltou comentar sobre a 5a temporada, se está sendo cogitada, previsão de lançamento, etc.

Blima Gomes Bracher

Faço um recorte baseado na historia real. Bjs

Andre Demore

Se ler cronicas saxonicas, todos spoillers estao la.

Blima Gomes Bracher

Sim. Já li algumas.

Veterano

Ótimo texto, aguardando as novidades da quinta temporada!

Blima Gomes Bracher

Muito feliz com este retorno positivo!!!