Blima Bracher

Começam mostras Competitivas em Tiradentes

As três Mostras Competitivas da 26ª Mostra de Cinema de Tiradentes começam nesta segunda-feira (23). A Mostra Aurora e Mostra Olhos Livres, de longas, e Mostra Foco, de curtas, concorrem ao Troféu Barroco e prêmios em produtos e serviços de parceiros do evento.
Considerada a principal vitrine do cinema autoral brasileiro, a Mostra Aurora estréia com a produção mineira “As Linhas da Minha Mão”, de João Dumans, às 20h, no Cine-Tenda. A Aurora conta com sete produções.

O documentário paraense “Terruá Pará”, de Jorane Castro, abre a Mostra Olhos Livres, às 18h, no Cine-Tenda. A Olhos Livres abarca longas-metragens que propõem diferentes modos de criação no cinema. Ao todo, são seis produções concorrendo nesta sessão.

E, por fim, a Mostra Foco que reúne 11 curtas, abre com a exibição de três filmes às 22h30, na segunda-feira, no Cine-Tenda: “Os animais mais fofos e engraçados do mundo”, de Renato Sircili (SP), “Lalabis”, de Noá Bonoba (CE) e “Promessa de um amor selvagem”, de Davi Mello (SP). Nesta edição, a Mostra Foco conta com produções que apresentam modulações da experiência humana em confronto com os limites do tempo.

Todos os filmes vão ser avaliadas pelo Júri Oficial e concorrem ao Troféu Barroco e a prêmios de parceiros da Mostra.

Aurora e Foco também disputam o prêmio “Helena Ignez”de Destaque Feminino, eleito pelo Júri Oficial.

Os filmes da Mostra Olhos Livres concorrem ao Prêmio Carlos Reichenbach. O Júri Jovem, composto por integrantes da “Oficina de Análise de Estilos Cinematográficos” – realizada na última edição do CineBH – é o responsável pela escolha do vencedor.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Categorias:
Sem categoria
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments