Blima Bracher

A empoderada Kim quer casar e não importa de quem é o buquê

Kim, Monica Iozzi, é tema de crônica da jornalista de Blima Bracher. Foto Reprodução

Monica Iozzi, foto reprodução GShow

Acho que, em época de empoderamento, ando lendo muitos contos de fadas. Talvez , por isso, tenha dormido uns cem anos e acordei sem saber que a última do empoderamento feminino é a mesma de cem anos atrás: arrumar um marido, não importa de onde venha o buquê.

Imaginem que a plena, deusa (sobrinha-neta dos Adams por parte de Titia Mortícia), Kim (nossa deliciosa Monica Iozzi), flagrada por Márcio (Anderson Di Rizzi) de buquê em punho; traindo-o com Paixão (Duda Nagle), tenta camuflar o descaramento ao ver que a intenção do traído era pedi-la em casamento. Sem se dar ao trabalho de comprar flores novas, ali mesmo, em cena, Sato Nagle faz o ninja e a pede com as mesmas flores.

O pior vem depois: a empoderada do Século XXI aceita e ainda solta a máxima “_ já estou muito velha para fica solteira”. Isso num AP todo automatizado, no melhor estilo Low Texas?

Caiu.

Meu queixo.

Calma. Rebobina.

Ahn…? É isso mesmo? Depois de séculos e séculos amém, todas as empoderadas querem mesmo é se casar?

Quando escrevo uma crônica tenho início, meio e um vago fim em mente. Mas nesta, confesso que nem o meio deu as caras. Estou aqui me perguntando se, depois de tanta ideologia antimachista e de autoaceitação, iremos mesmo correr atrás de um calhambeque azul cheio de latas, sob chuva de arroz?

Quer dizer que mesmo plus sizes, com jubas a solta, fios brancos até os ombros e mesmo depois de rasgar rendas e ostentar carinhas de bravas meio funks punks, rocks e hipsters queremos mesmo é um baldinho de cuequinhas pra lavar?

Sim. Digo que sim, moçoilas casadoiras do meu Brasil varonil. Zé Bunitinho nunca foi tão lindo. Pena que é safado.

E, que eu saiba, apenas Nego do Borel gritou “ _ Me solta, porra”.

Parece que todas as senhoritas de A Dona do Pedaço querem mesmo um pedaço de mal caminho. Se eu fosse Maria da Paz (Juliana Paes) me agarrava mesmo com Régis (Reynaldo Gianechinni).

Juro gente, Cama e Mesa de Robertão continua o hit favorito do duelo entre Evelina ( Nívea Maria) e Marlene ( Sueli Franco), pelo dançante Dr. Antero (Ary Fontoura).

Também acho que Vivi Guedes ( Paolla Oliveira), faz muito bem de não desgrudar de seu Chicrete (Sérgio Gizé). Até Joziane ( Aghata Moreira) quer um wedding fake, mesmo que pra sair da lama.

Concluo que, apenas Fabiana (Nathalia Dill) é a verdadeira Dona do Pedaço na trama das nove. Você dispensaria Roque Caio Castro? Eu nunca. E lavaria cuecas.

Bom, pelo menos enquanto durasse a novela.

Foto Reprodução GShow

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.