Blima Bracher

Sabará tem 36ª edição do Festival de Jabuticaba de 24 a 27 de novembro

A histórica Sabará, às margens do rio das Velhas, volta a abrir suas praças ao Festival de Jabuticaba, Cultura e Gastronomia. De 24 a 27 de novembro será realizada a sua 36ª edição – a Virada do Tacho. “É uma grande celebração da colheita da fruta, que está extremamente ligada à identidade do povo da cidade”, diz Elizabeth Antônia Torres Braga, organizadora do evento e presidente da Associação de Produtores e Derivados de Jabuticaba de Sabará ( foto em destaque, divulgação).

Mais de 40 produtos derivados da jabuticaba – geleias, pães, tortas, balas, temperos, licores, doces etc. – vão estar à vista em 26 estandes, para serem degustados, comprados e levados para casa. São receitas, transmitidas de geração a geração, carregadas do contexto histórico de Sabará, que surgiu no século 18, produzidas artesanalmente por 26 mulheres, associadas da Asprodejas.

“As famílias esperam o ano todo para a chegada do festival, pois ele movimenta muito a economia da cidade. A expectativa para este ano é atrair mais de 140 mil pessoas nos quatro dias”, relata Elizabeth Braga. No Brasil, existem mais de 20 espécies de jabuticabas e a produzida no município tem o nome de Sabará, a mais doce. “Hoje, os produtos derivados da jabuticaba de Sabará já têm a certificação de Indicação Geográfica (IG), na categoria Indicação de Procedência (IP).” Eles foram certificados pelo Instituto Nacional de Propriedade Industrial (Inpi). A meta agora, segundo a presidente da Asprodejas, com o selo, é crescer mais ainda de forma a exportar a fruta e seus derivados. “A jabuticaba é nosso ouro negro”.

Elizabeth Braga informa que no festival, considerado bem imaterial da cidade, terá concursos de melhor geleia, licor e produto inovação. Haverá ainda aulas com chefs renomados, que vão fazer receitas com jabuticaba. Quem abre o evento, no dia 24/11, às 18h, com a Cozinha Show é o chef Flavio Trombino, do restaurante Xapuri, de Belo Horizonte. Em seguida, haverá seresta com Acir Antão, radialista, locutor, cantor e jornalista. Durante o todo o festival, haverá shows musicais, artes cênicas, apresentações de grupos de congado e da tradicional banda de música Santa Cecília.

Realizado desde 1987, o Festival de Jabuticaba, Cultura e Gastronomia de Sabará é patrocinado pelo Instituto Vale e apoiado pela Prefeitura do Município. Estão na organização, além da presidente da Asprodejas, os chefs Felipe Leroy, do Cozinha Vitrine; e Danilo Simões, da Danilo Simões

36º Festival de Jabuticaba, Cultura e Gastronomia de Sabará – A Virada do Tacho

Quando: De 24 a 27 de novembro (quinta a domingo)

Horários:

Quinta – das 18h às 22h

Sexta – das 10h às 22h

Sábado e domingo – das 9h às 22h

Onde: praças da cidade de Sabará

O que terá?

· 26 estandes de derivados de jabuticaba (geleias, balas, licores, doces, tortas, pães etc.) e artesanato, além de cerveja;

· 30 barracas da fruta in natura;

· Espaço kids;

· Aulas com chefs renomados, entre eles Flávio Trombino, do restaurante Xapuri e Felipe Leroy, do Cozinha Vitrine;

· Seresta com o radialista Acir Antão e Vesperata Diamantina (dia 24/11 – na abertura do evento);

· Show com Maurício Tizuma, artes cênicas, apresentações de grupos de congado e da banda de música Santa Cecília;

· Concursos de melhores geleia, licor e produto inovação. Os jurados são:

– Fernanda Fonseca, chef e proprietária do restaurante Padre Toledo, de Tiradentes

– Marli Assis, jornalista e diretora executiva da Mombak Comunicação Estratégica

– Victor Quaranta, gastrólogo, mixologista e professor

– Felipe Viegas, professor e mestre cervejeiro

– Sinval Espírito Santo, professor de gastronomia da UNA. Texto Márcia Queiroz  da Agência  Mombak

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments