Blima Bracher

Cristo Redentor é restaurado com pedra-sabão e artesãos de Ouro Preto

A arquiteta responsável é Cristina Ventura: foto reprodução

A pedra-sabão é um dos símbolos de Ouro Preto. Turistas do mundo inteiro levam de recordação souvenirs confeccionados por artesãos locais. Os mimos vão de jogos, relógios, gamelas, saboneteiras e até santinhos. Muito procurada é a réplica do Cristo Redentor. Agora, a estátua original, que é símbolo do Rio de Janeiro passa por restauro com uso de pedra- sabão de Ouro Preto. O monumento passa por processo de restauração, pois dia 12 de outubro de 2021 completa 90 anos. Grandes partes danificadas são substituídas por pequenas peças através de processo artesanal, auxiliado por artesãos de Ouro Preto. A arquiteta responsavel é Cristina Ventura : “O processo artesanal, não tem nenhuma máquina que vai pegar um bloco de pedra e vai puxar, e soltar as pincelas. Isso aqui é tudo cortado a mão. Então, são artesãos, lá da região de Ouro Preto, que fazem esse trabalho. Porque a quantidade de pedra de sabão, que se encontra nessa região, é enorme.” O Cristo tem mais de 30 metros de altura. A matéria-prima vinda de Minas, é resistente a intempéries, como calor excessivo e chuvas ácidas. A maior parte do material vem do distrito de Ouro Preto, Santa Rita, conhecido como a Capital da Pedra-Sabão.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Comentários

Subscribe
Notify of
guest
2 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Tulio Noroeste

Que legal! Seria muito interessante ver o desenvolvimento desta restauração, desde a retirada do material da estatua até o acabamento da peça substituta no local.

Tulio Noroeste

Que legal! Seria muito interessante ver o desenvolvimento desta restauração, desde a retirada do material da estatua até o acabamento da peça substituta no local.