Blima Bracher

Carlos e Fani Bracher no Sempre um Papo

Carlos e Fani Bracher por Edmar Luciano

O casal de artistas mineiros volta ao programa 34 anos depois para uma conversa entre amigos sobre amor e arte

Finalizando com chave de ouro a programação do projeto Ateliê Casa Bracher, no dia 27 de novembro, os artistas Carlos e Fani Bracher receberão no Ateliê, em Ouro Preto, o programa “Sempre um Papo”, comandado desde 1986 pelo jornalista mineiro Afonso Borges, amigo do casal. O bate-papo será transmitido ao vivo pelos canais do Ateliê Casa Bracher (YouTube e Instagram) e do programa “Sempre um Papo” (Youtube, Facebook e Instagram), simultaneamente, às 20h. O Ateliê Casa Bracher tem patrocínio do SESI.

Esta será a segunda vez que Fani e Carlos Bracher participam do programa criado por Afonso para ajudar na difusão da literatura e da arte brasileira. A primeira entrevista foi em 1987, apenas um ano após a estreia. “Nosso primeiro encontro com o Afonso foi muito especial. Estávamos eu, Carlinhos e nosso grande e inesquecível amigo Carlos Scliar. Eu estava muito no início da carreira e Scliar foi um grande incentivador”, relembra Fani. Bracher faz coro. “Aquela entrevista com o Afonso foi algo excepcional. Éramos todos mais jovens e a presença do Scliar nos deu um timbre a mais, como a voz de um mestre que nos acolhe e nos chama. O “Sempre um Papo” estava iniciando o caminho do seu grande brilho”, comenta Bracher com emoção.

Sem dúvida, de lá para cá, muita coisa mudou. O “Sempre um Papo” é hoje um dos programas culturais de maior credibilidade do país, que ultrapassou os limites de Belo Horizonte e chegou a 30 cidades, em oito estados da Federação, além do Distrito Federal, tendo sido realizado também em Madri, na Espanha. Carlos Bracher tornou-se um dos artistas mais aclamados no Brasil e no exterior, com uma vasta obra reconhecida e premiada em todo o mundo. E Fani desenvolveu uma arte própria, múltipla e singular, revelada em pinturas a óleo, chitas e estandartes, bordados, santuários e assemblagens, também colecionando prêmios ao longo da carreira. “Será maravilhoso esse reencontro em um novo instante de nossas vidas. Todos nós já mais amadurecidos e com um trajeto de grandes glórias. Mas, sabendo que nossa luta continua: de dar alento à cultura e fazer com que ela seja o eterno sentido do que somos, como pessoas e como artistas em prol da melhoria dos padrões humanos”, reflete Bracher.

Portanto, quem acompanhar o “Sempre um Papo” com Bracher e Fani, no dia 27 de novembro, terá a oportunidade de ouvir e conhecer uma vida inteira de duas pessoas que se encontraram no amor e na arte, com muita história para contar. “Fani e Carlos formam um casal em que arte e cultura permeiam toda a sua vida”, define Afonso. “Estou muito feliz em poder participar deste nosso segundo encontro. Espero que seja produtivo, que todos gostem e prestemos uma homenagem ao grande e generoso Scliar”, comenta Fani.

Este será o último evento do projeto Ateliê Casa Bracher (lançado em 19 dezembro de 2020.) O projeto, que passou a disponibilizar pela primeira vez o acervo pessoal dos artistas na internet, marcou também a estreia do casal no mundo virtual. Após um ano de eventos online, Bracher e Fani se dizem realizados por essa nova experiência e esperam poder continuar.

“A pandemia nos pegou de surpresa e tivemos que nos reinventar. Essa experiência virtual era algo muito novo, mas também muito instigante. Foi a grande janela que se abriu para nos comunicarmos. As lives encurtaram as distâncias e tornou-se uma linda maneira de nos comunicarmos”, comemora Fani. Bracher concorda e promete que não será uma longa despedida. “Sim, é algo que pretendemos continuar. Foi e tem sido uma experiência extraordinária e superpositiva, no sentido da comunicação entre nossa entidade e a sociedade, onde traçamos nossas ideias sobre arte, vida e cultura”, diz.

No site do Ateliê Casa Bracher (www.ateliecasabracher.com), o visitante pode encontrar mais de 150 obras digitalizadas e acessar fotos, vídeos e filmes que traçam a trajetória de cada um e fazer um tour virtual no ateliê dos artistas localizado anexo ao casarão onde ambos residem há cinco décadas, em Ouro Preto.

SOBRE CARLOS BRACHER

Mineiro de Juiz de Fora e descendente de suíços, Carlos Bracher nasce em 1940, fruto de uma família de artistas. Autodidata, fez sua primeira exposição na cidade natal em 1960, com seus irmãos Nívea e Décio, também pintores. Em 1964, em temporada de viagens para estudos artísticos com Nívea, Carlos descobre Ouro Preto, cidade que elege para viver e retratar. Com apenas 27 anos, ganha o disputado “Prêmio de Viagem ao Exterior” – concedido pelo Salão Nacional de Belas Artes do Rio de Janeiro e considerado láurea máxima a um pintor brasileiro. Casa-se com Fani Bracher e partem juntos para dois anos de residência na Europa. Em viagens de estudos artísticos vão a Lisboa, São Petersburgo e Moscou.

Em 1980, Bracher foi um dos escolhidos para o importante “Prêmio Hilton de Pintura” como um dos artistas que mais se destacaram na década de 70 (ao lado de João Câmara, Siron Franco, Tomie Ohtake e outros). Intitulada “Pintura Sempre” e com curadoria de Olívio Tavares de Araújo, sua primeira retrospectiva ocorreu em 1989, ocupando em temporadas, significativos espaços de cultura em sete capitais do país. Realizou grandes séries de pinturas: “Do Ouro ao Aço”, “Brasília”, “Petrobras” e “Tributo a Aleijadinho”.

Entre 2014, a mostra “Bracher – Pintura & Permanência” percorreu as quatro unidades do CCBB (Rio, São Paulo, Brasília e BH). No CCBB de Belo Horizonte, a mostra bateu recorde de público de um artista nacional, recebendo ao todo quase 600 mil visitantes. A exposição foi contemplada com Destaque Especial no Prêmio Associação Brasileira de Críticos de Arte (ABCA) – 2015. Sobre seu trabalho já foram publicados sete livros e realizados dezenas de filmes e documentários. Bracher é um dos artistas brasileiros mais citados em publicações de pintura no país.

SOBRE FANI BRACHER

Fani Bracher nasceu na Fazenda Experimental em Coronel Pacheco, Minas Gerais. Graduada em jornalismo pela UFJF. Em 1968 casa-se com o artista Carlos Bracher e juntos viajam para a Europa, onde residem por dois anos. Em Portugal, fez cursos de história da arte com os críticos José Augusto França e Mário Gonçalves. Frequentou o atelier do pintor Almada Negreiros. Na cidade do Porto, conheceu a obra de Amadeu de Souza Cardoso. Depois de Portugal, partiu em viagem de estudos pelos Museus da Dinamarca, Suécia, Finlândia, Rússia, Alemanha, Holanda, Bélgica e Inglaterra.

Fixou residência em Paris de agosto de 1969 a dezembro de 1970. Ainda na capital francesa, participou ativamente do “Centro de Artes para estudantes e artistas americanos”. De volta ao Brasil, estabeleceu-se em Ouro Preto, onde começa a pintar em 1973. A partir desta data, participou de várias exposições em museus, centros culturais e galerias de arte no Brasil e no Japão. Realizou 30 exposições individuais em cidades brasileiras e também no Uruguai, Argentina, Peru, Colômbia, Guiana Francesa, Jamaica e França. Sobre sua obra escreveram vários críticos, como Celma Alvim, Rubem Braga, Wilson Coutinho, Roberto Pontual, George Racs, Ferreira Gullar, Flávio de Aquino, Walmir Ayala, Walter Sebastião, Marcelo Castilho Avellar, Frederico Moraes e Ângelo Oswaldo de Araújo Santos.

Ganhou 14 prêmios de pintura e tem seus trabalhos incluídos em 34 livros de arte. O livro “Fani Bracher”, de Frederico e Ronald Polito (editora Salamandra Consultoria e Editora SA) obteve o Prêmio Jabuti, da Câmara Brasileira do Livro (CBL) e o V Prêmio Fernando Pini de Excelência Gráfica, como “Melhor Livro de Arte”. Tem ainda publicado o livro “Fani Bracher”, (C/Arte Editora), de autoria de José Alberto Pinho Neves.

FICHA TÉCNICA ATELIÊ CASA BRACHER

Artistas: Carlos Bracher e Fani Bracher

Coordenação Geral: Larissa Bracher | Sergio Saboya | Silvio Batistela

Coordenação ACB, pesquisa, arquivo, acervo, curadoria, filmes, produção executiva de eventos e textos do site: Blima Bracher

Ateliê Casa Bracher http://www. ateliecasabracher.com

Dia 27 de novembro (sábado), às 20h. Gratuito.

Entrevista ao vivo com Carlos e Fani Bracher

no programa “Sempre um Papo”, de Afonso Borges.

Transmissão nos canais do Ateliê Casa Bracher e Sempre um Papo:

Ateliê Casa Bracher:

http://@ateliecasabracher https://youtu.be/cofNde5ypkA

Sempre Um Papo:

Youtube, Facebook e Instagram http://@sempreumpapo

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments