Blima Bracher

Blocos tradicionais: é hora de matar a saudade

Para quem estava com saudades de curtir o velho e bom Carnaval de Ouro Preto, os blocos tradicionais da cidade já estão esquentando os tamborins. O bloco Zé Pereira do Club dos Lacaios é a agremiação carnavalesca mais antiga do Brasil, possuindo 156 anos de existência. Já o bloco Vermelho i Branco é conhecido por sua história no Bairro Rosário, saindo pelas ruas ouro-pretanas ao som de marchinhas carnavalescas.  É  o primeiro a abrir o Carnaval, na quinta-feira e arrasta uma multidão de foliões entre nativos e turistas ( foto de Eduardo Tropia). Já a  Bandalheira, é outra alternativa para os amantes da festa tradicional no município, e carrega em sua essência a sátira às bandas militares, realizando uma marcha pelas ladeiras da cidade, de forma rápida e com um ritmo descompassado. Nas segundas de Carnaval, o Balanço da Cobra costuma serpentear as ladeiras históricas com uma Cobra gigante e cartazes de satiras políticas, capitaneado pela anfitriã , Cida Zurlo. Com Blima Bracher http://@blimabracher    #blimabracher

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments