Blima Bracher

São Bartolomeu discute plano participativo

São Bartolomeu distrito de Ouro Preto

Em um diálogo constante com a comunidade, a equipe da Prefeitura, no dia 10 de novembro, reuniu-se com os moradores do distrito de São Bartolomeu para apresentar as devolutivas referentes à primeira reunião que aconteceu em 29 setembro. A administração municipal está construindo junto com a população um plano participativo para desenvolvimento sociocultural do distrito e organização do turismo naquela que foi considerada uma das melhores vilas turísticas do mundo..

A então secretária de Cultura e Patrimônio e atual secretária de Turismo, Indústria e Comércio, Margareth Monteiro, explicou que enquanto se busca a capacitação de recursos para a obra civil, intervenções emergenciais serão realizadas, como o lonamento do telhado da Igreja de São Bartolomeu, para a proteção das paredes, do telhado e do forro e a recomposição do muro. Para as imediações da igreja, a arquiteta Camila Miranda realizou o projeto de reformulação dos banheiros públicos com a inserção de fraldários. No chafariz, a ideia principal é recuperar a originalidade e restaurar o monumento. Na Capela de Nossa Senhora das Mercês, uma nova cruz e melhorias na iluminação serão realizadas. A casa da sede da associação dos moradores será reformada, a ideia é transformá-la em um centro de atividades educativas e culturais e um intermediário entre a Prefeitura e a comunidade.

A equipe da Secretaria de Saúde esteve presente para ouvir as demandas da população e anunciaram que, a partir deste mês, os serviços de reabilitação física serão ampliados com fisioterapia, terapia ocupacional e fonoaudiologia.

Edvaldo Rocha, secretário de Desenvolvimento Social, propôs a realização de um estudo territorial específico para o distrito, para que o Cras possa assistir à população de maneira mais eficaz. Além disso, um grupo de vigilância sócio-assistencial está sendo pensado para aproximar a sociedade.

O secretário de Defesa Social, Juscelino Gonçalves disse que, em parceria com a Ufop, será executado um plano de mobilidade para São Bartolomeu, a fim de oferecer dinamicidade e regular o fluxo de carros no distrito. Um plano de segurança específico para o distrito está sendo criado. No que tange ao meio ambiente, a Secretaria reiterou que está aberta ao diálogo e adiantou que será realizado a preservação e estudo da balneabilidade das águas em parceria com a Ufop, além de uma sinalização indicativa e educativa.

O prefeito Angelo Oswaldo comenta que este entendimento entre a Prefeitura e o distrito tem o objetivo de valorizar, proteger e resguardar São Bartolomeu. “Nós queremos organizar a vida em São Bartolomeu para que o turismo não seja um estorvo, mas sim um fator de crescimento qualitativo, desenvolvimento harmonioso, gerando renda, conforto e com respostas para essa comunidade que tanto ama o seu distrito, as tradições, as festas e o seu patrimônio que é um dos mais valiosos de Minas Gerais e do Brasil.

Texto: Júlia Adrielle

Foto: Ane Souz

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments