Blima Bracher

Religiosidade: Lavras Novas celebra Nossa Senhora dos Prazeres


Imagem: Ane Souz

Na última sexta-feira, 01 de setembro, tiveram início as celebrações em honra à Nossa Senhora dos Prazeres, no distrito de Lavras Novas. O festejo, que acontece até o dia 10 de setembro, é muito tradicional na localidade, mobilizando os moradores e encantando os turistas com sua característica de forte religiosidade, cultura e tradição.

Toda a comunidade de Lavras Novas se une para organizar e participar da festa, em conjunto com a Paróquia de Cristo Rei. A celebração contará com novena, missas, procissões, a participação das Corporações Musicais e dos Congados da região.

O auge da festa acontecerá no dia 08 de setembro, dia dedicado à Nossa Senhora dos Prazeres, quando haverá missa, às 16h, seguida de procissão com a imagem da santa acompanhada da Corporação Musical São Vicente de Paula, de Mariana. O domingo, dia 10 de setembro, será o dia mais festivo com encerramento da festa contando com repique de sinos, procissão e presença do Congado Guarda de Moçambique de Nossa Senhora do Rosário e Santa Efigênia.

História da Devoção em Nossa Senhora dos Prazeres

Nossa Senhora dos Prazeres também é conhecida como a Senhora das Sete Alegrias. Esse culto se refere às sete graças ou prazeres alcançadas pela Virgem Maria: Anunciação do Anjo, Saudação de Santa Izabel, Nascimento de Jesus, Visita dos Reis Magos, Encontro de Jesus no Templo, Aparição de Jesus após a Ressurreição e Coroação no Céu após a sua Assunção.

Os relatos de visões e aparições da Santa na comunidade de Lavras Novas já ocorria em meados do século XVIII. É provável que as aparições e a grande devoção do povo da localidade a Nossa Senhora dos Prazeres seja ainda anterior a 1725, data em que constam em documentos que a Igreja que leva o nome da santa já estava pronta, pois esta foi construída em homenagem a ela.

Cumpre ressaltar ainda que a Imagem de Nossa Senhora dos Prazeres presente na comunidade de Lavras Novas data da primeira metade do século XVIII, uma vez que a própria Irmandade de Nossa Senhora dos Prazeres se responsabilizou pela encomenda da imagem, conforme consta nos arquivos da mesa administradora da Irmandade.

No distrito de Lavras Novas, a atuação da irmandade de Nossa Senhora dos Prazeres foi e continua sendo fundamental para regularidade da festa da padroeira, refletindo a união da comunidade local, tornando-se um marca referencial para o processo de identidade dos moradores com a localidade.

Texto: Greiza Tavares / Revisão: Victor Stutz

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments