Blima Bracher

Procon lança nota sobre contas sem pé nem cabeça da Saneouro

A total falta de critérios na cobrança de contas de água pela Saneouro em Ouro Preto tem deixado a população revoltado.  Um barraco no morro pode receber 900 reais de conta de água  e um casarão histórico pode amargar mais de cinco mil por mês.  Sem pé  nem cabeça. Essa falta de criterios obrigou o Procon a emitir uma nota: “O Procon de Ouro Preto orienta aos cidadãos que, em caso de suspeita de superfaturamento no valor da conta de água, dirijam-se imediatamente à instituição do Procon, estabelecida na Rua Diogo de Vasconcelos 25A, bairro Pilar, e no Terminal Rodoviário de Cachoeira do Campo, ou entrem em contato através do e-mail: procon@ouropreto.mg.gov.br ou pelo telefone 3559-3290. A partir da solicitação, a empresa Saneouro será notificada e haverá uma vistoria na residência, de modo a verificar se há qualquer irregularidade e discrepância entre o valor consumido e o valor faturado.”

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments