Blima Bracher

Ouro Preto: visite suas famosas minas

Mina du Veloso em Ouro Preto

O Ciclo do Ouro deixou marcas na geologia de Ouro Preto. A cidade é cheia de minas de ouro inativas, mas que podem ser visitadas. Assim o turista tem uma noção corporal de como era feita a extração de Ouro na época, pelos escravizados da região. Por baixo do casario colonial estão centenas de Minas, como um grande queijo suíço.

Durante o século XVIII, 800 toneladas de ouro foram enviadas a Portugal, mas essa é a estatística oficial , sem contar o metal que circulava de forma clandestina.

São seis Minas abertas à visitação, com guias que tornam o passeio uma viagem no tempo.

Mina do Chico Rei

Fica no bairro Antônio Dias, perto da praça Tiradentes. Pertenceu ao negro escravizado, o famoso Chico Rey. Era rei no Congo, com o nome africano de Galanga. Aqui no Brasil conseguiu a carta de alfortia, amealhou fortuna e juntou os companheiros e familiares. Realizava congadas e teria contribuído para a construção das igrejas de Santa Efigênia e do Rosário.

Endereço: Rua Dom Silvério, 108 – Antônio Dias
Telefone: (31) 3551-1749/3552-2866
Horário de funcionamento: diariamente, das 8h às 17h
Valor: R$ 20,00 (preço único) – aceita apenas dinheiro – Confirme os valores antes de ir

Mina da Passagem

É a mais famosa e bela. O passeio começa num trolley e ficamos, na verdade no município de Mariana, há 10 km de Ouro Preto. Dentro as galerias amplas dão visão para lindo lago subterrâneo onde mergulhadores podem explorar essas belezas.

Endereço: Rua Eugênio Eduardo Rapallo, 192 – km 4
Telefone: (31) 3557-5000
Horário de funcionamento: segundas e terças, das 9h às 17h. De quarta a domingo, das 9h ás 17h30.
Valor: R$ 60,00 – apenas pagamento em dinheiro – Confirme os valores antes de ir

Mina du Veloso

Fica no bairro São Em um dos salões da mina é possível ver estalagmites. Também abriga um poço com água cristalina. O guia mais famoso é Du du Veloso.

Endereço: R. Levindo Inácio André, 180 – São Cristóvão – Ouro Preto
Telefone: (31) 3551-0792
Horário de funcionamento: diariamente, das 9h às 18h
Valor: R$ 25,00 a inteira e R$ 15,00 a meia – aceita apenas dinheiro – Confirme os valores antes de ir

Mina Felipe dos Santos

Também fica mais longe do Centro, no bairro Alto da Cruz. É objeto de estudos de geólogos. Guarda lendas e passagens históricas que são contadas pelo guia.

Endereço: Rua 13 de Maio , 637, Bairro Alto da Cruz – Ouro Preto
Telefone: (31) 98679-6467
Horário de Funcionamento: diariamente, das 8h30 ás 17h30
Valor: R$ 30,00 (preço único) – Confirme os valores antes de ir

Mina do Jeje

Estudos arqueológicos apontam que seja do século XVIII. A área aberta para visitação tem 160 metros de extensão.

Endereço: Rua Chico Rei, 371 – Alto da Cruz
Telefone: (31) 3552-1558
Horário de funcionamento: diariamente, das 9h às 17h
Valor: R$ 25,00 – Confirme os valores antes de ir

Mina de Santa Rita

Fica no sítio arqueológico de Padre Faria e a visita é feita em um túnel de 115 metros. Ainda não se encontrou o final do labirinto. Uma das mais antigas a serm descobertas. Fotos de reprodução.

Endereço: Rua Chico Rei 371, Alto da Cruz Ouro Preto
Telefone: (31) 3552-1558
Horário de Funcionamento: diariamente das 9h às 17h.
Ingresso : R$ 25,00 – Confirme os valores antes de ir

Com #blimabracher @blimabracher

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments