Blima Bracher

Ouro Preto: relíquia da Escola de Minas é restaurada

Cruz da capela da Escola de Minas


A capela do museu de Mineralogia da Escola de Minas, da Universidade Federal de Ouro Preto, é um dos cartões postais da cidade. O santuário acaba de ter a cruz da sua fachada restaurada e reassentada em seu lugar.

Para a restauração e colocação da peça, que é de cantaria de quartzito, houve um trabalho conjunto entre a Escola de Minas (UFOP), FAOP, Fundação Gorceix e Prefeitura de Ouro Preto, com o apoio do Corpo de Bombeiros.

A cruz, que foi destruída por um pássaro há alguns anos, agora foi reintegrada àquele monumento de grande importância para a história da cidade, onde sediou o palácio do Governo de 1740 a 1897 e é considerada uma vista tradicional de Ouro Preto, com o Pico do Itacolomy ao fundo.
Foto: Neno Vianna
Superintendência de Atos, Chancelaria e MemóriaDepartamento de Comunicação

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.