Blima Bracher

Ouro Preto: luzes para Tiradentes e recursos para obras

Luzes especiais iluminam a Praça Tiradentes neste 21 de abril

Este ano, devido à pandemia, o herói nacional, Tiradentes, será homenageado com iluminação especial na Praça Tiradentes, local da tradicional cerimônia da troca simbólica do governo para Ouro Preto e da cerimônia da entrega de medalhas . Também está, aos pés do monumento construído onde a cabeça do mártir foi exposta uma coroa de flores em sua homenagem. Agora pela manhã está havendo transmissão, ao vivo, de cerimônia pela Rede Minas de TV http://redeminas.tv

O Governo de Minas realizou um ato simbólico na Praça Tiradentes sem a presença de autoridades e de público em homenagem ao Dia de Tiradentes, mártir da Inconfidência Mineira.

Assim como no ano passado, devido à pandemia, não houve a cerimônia de entrega da Medalha da Inconfidência.

No dia 21 de abril, de acordo com a Constituição do Estado, o governador Romeu Zema decreta a transferência simbólica da capital de Minas para Ouro Preto.

Ja a prefeitura anunciou obras na cidade com recurso de R$ 35 milhões que provém do PAC das Encostas, do Governo Federal

Uma das iniciativas da Prefeitura de Ouro Preto é a revitalização de diversas ruas na sede e nos distritos, tanto a parte asfáltica quanto os calçamentos. Empenhada na melhoria da qualidade de vida dos ouro-pretanos, a atual gestão inicia o Projeto de obras para todo o Município.

O projeto é viabilizado por um convênio com o Governo Federal, pelo Ministério do Desenvolvimento Regional, no PAC das Encostas, que foi pleiteado no governo anterior do prefeito Angelo Oswaldo, há mais de oito anos. O recurso estava estagnado e, graças a estruturação feita pelo secretário de Obras, Antônio Simões, nesses primeiros três meses de gestão, Ouro Preto está obtendo a liberação de R$35 milhões de reais para obras nas encostas do Município.

Segundo o prefeito Angelo Oswaldo, esses recursos vão gerar uma nova dinâmica na economia ouro-pretana, com a oferta de emprego para o povo daqui. “Anunciamos a recuperação do trecho que vai da estrada real MG129 até o trevo dos distritos de Lavras Novas, Chapada e Santo Antônio do Salto, que está completamente desgastado”.

As obras também contemplarão a conclusão da pavimentação do trecho da serrinha, que é a fase final de ligação até o distrito de Lavras Novas. De acordo com Angelo Oswaldo, essa obra foi entregue à atual gestão inacabada e com uma série de defeitos. “Felizmente estamos conseguindo a plena consecução do projeto e providenciando a drenagem para a melhor conservação da estrada”.

Esse projeto das encostas vai concentrar as obras nos pontos críticos da cidade para a contenção das encostas e para a segurança dos ouro-pretanos. Os trabalhos se iniciarão nos bairros Alto das Dores e Santa Cruz, seguindo pelo alto do Morro São Sebastião, Taquaral, Vila São José, Morro da Queimada, Morro Santana e Morro do Piolho. No Centro será revitalizada a área do Morro da Forca, uma parte da São Francisco de Paula e próximo à Igreja de Bom Jesus de Matosinhos (cujo deslizamento oferece riscos à população), Morro do Curral, Rua Getúlio Vargas, uma área da rodoviária e alguns pontos nos bairros Bauxita e São Cristóvão.

De acordo com Antônio Simões, após essa reestruturação da Secretaria será possível a execução dessas intervenções. “Haverá recuperação da Rua Padre Rolim, no ponto próximo à Escola de Minas, que é uma via de intenso tráfego na cidade. Com todos os procedimentos legais assumidos, temos condição de realizar essas obras no Município, além de outras recuperações de pavimentação asfáltica em vários pontos da cidade e dos distritos”.

A atual gestão pretende acelerar o programa de recuperação do pavimento asfáltico e operação tapa-buracos na sede e nos distritos, bem como executar obras de drenagem e recuperar alguns pavimentos antigos que estão em mau estado, como o da Rua Conselheiro Quintiliano e a Rua Direita, que está com o calçamento de paralelepípedo todo solto, quase que intransitável.

Foto: Ane Souz

Superintendência de Atos, Chancelaria e MemóriaDepartamento de Comunicaçãohttp://www.ouropreto.mg.gov.br

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.