Blima Bracher

Ouro Preto investe na saúde

Imagem: Divulgação Ascom/PMOP
Ouro Preto vem registrando, ao longo do ano, avanços significativos na saúde. A melhoria na infraestrutura e a oferta de serviços, bem como o investimento em ações de promoção e prevenção da saúde têm contribuído para elevar a qualidade de vida da população.

No que diz respeito à infraestrutura, em março, Cachoeira do Campo ganhou uma nova Unidade Básica de Saúde. No mesmo distrito, o Complexo de Saúde passa por reformas estruturais. Já no subdistrito de Serra do Siqueira, o edifício da antiga escola municipal está sendo reformada para abrigar o Posto de Saúde.

Na sede, as Unidades de Saúde passam por reformas e adequações, como no São Cristóvão, que receberá uma sala odontológica. A mesma estrutura abrigará um ponto de apoio para os agentes de combate a endemias, uma nova sede da rede frio – estrutura que armazena as vacinas, garantindo a qualidade dos imunobiológicos, e um auditório para a realização de reuniões, eventos e capacitações.

Outro avanço importante é a expansão da cobertura do SUS em Ouro Preto. O município passou a contar com novas especialidades médicas na Policlínica, entre elas o ambulatório de feridas, o acompanhamento para pré-natal de alto risco e neuropediatria. Todos os atendimentos são feitos por encaminhamento dos pacientes pelas Unidades Básicas de Saúde.

Além disso, Ouro Preto investe na descentralização dos serviços de saúde, como ocorre na odontologia. Atendimentos, antes concentrados na Unidade Márcio Mendes Neves e no Centro de Especialidades Odontológicas, acontecem agora também nos Postos de Saúde. Essa ação já é realidade nas UBS de Antônio Pereira, Mota e Santa Rita, além dos postos do Morro Santana e de São Cristóvão na sede.

O acesso a medicamentos também foi descentralizado com a Unidade de Farmácia Móvel, que percorre os bairros mais afastados e os distritos levando medicamentos a tempo e a hora para a população.

O teste do pezinho, exame importante que detecta seis tipos de doenças em recém-nascidos, passou a ser realizado em todas as Unidades Básicas de Saúde da sede e dos distritos.

A Secretaria Municipal de Saúde também retomou os serviços de fisioterapia domiciliar, facilitando o acesso da população. O encaminhamento é feito pelas Unidades Básicas de Saúde.

Saúde em Números

de 01/01/2023 a 19/12/2023

Farmácia

14.757.025 medicamentos entregues a população

Fisioterapia

9.627 pacientes atendidos na sede de Ouro Preto e

1.580 em Cachoeira do Campo

Policlínica

54.714 pacientes atendidos

UPA Dom Orione

67.589 pacientes atendidos

Ambulatório de pré-natal de alto risco (Outubro a dezembro de 2023)

100 consultas realizadas e 21 pacientes em acompanhamento

Além de disso, Ouro Preto vem investindo em ações de promoção e prevenção da saúde, como campanhas de vacinação, educação em saúde, mutirões de exames e incentivo à prática de atividades físicas.

Saúde animal

O município recebeu reconhecimento estadual pelos números de microchipagem e castrações realizadas, totalizando mais de duas mil castrações e microchipagens. Uma nova estrutura está sendo construída para abrigar o CATA (Centro de Acolhimento Transitório de Animais).

Os ouro-pretanos podem esperar para o próximo ano ainda mais avanços, pois o futuro é feito agora, com compromisso e muito trabalho.
Texto: Júlia Adrielle / Revisão: Victor Stutz e Paulo Barcala

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments