Blima Bracher

Obra de contenção na Curva do Vento

Será feita agora uma cortina atirantada, estrutura de concreto armado com 70 metros de extensão e cinco de altura, com cerca de 130 tirantes, peças compostas por elementos de alta resistência à tração que vão ser integradas à pista, atingindo a rocha firme e atuando como âncoras de sustentação, tornando o local estável e seguro.

A cortina atirantada deve ocupar o mesmo espaço físico do antigo muro, podendo ser ligeiramente deslocada para aumentar a amplitude da rodovia. Todo esse trabalho de engenharia vai garantir a segurança necessária à Curva do Vento, local classificado de alto risco e de alta complexidade. As equipes responsáveis pela execução do serviço serão compostas, quase que em sua totalidade, por trabalhadores do município, gerando emprego e renda.

O secretário de Obras, Franklin Evangelista destaca que a obra proporcionará a solução definitiva para esta importante via da cidade, garantindo a mobilidade e segurança da população. “É a prefeitura enfrentado desafios históricos do nosso município, de forma eficiente e transparente, sempre zelando pela correta e devida aplicação dos recursos públicos em benefício do povo.” Lembra, ainda, que o grupo empresarial contratado já realizou outras obras de contenção na cidade, como as ruas Santa Marta e Águas Férreas, por exemplo, e possui vasta experiência neste seguimento.

Durante as obras, o local deverá ficar interditado para veículos e pedestres, medida necessária para evitar acidentes.

O prazo para realização das obras é de 180 dias.

Texto: Túlio Dutra / Revisão: Victor Stutz/ Foto da Secretaria de Obras 

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments