Blima Bracher

Mina de Ouro Preto, revelada por chuvas, divide opiniões

Mina descoberta tem 14 metros.

Como todos sabem, Ouro Preto tem muitas minas subterrâneas, algumas  abertas à  visitação, sendo dos maiores atrativos para turistas na cidade. Muitas histórias existem também de potes de Ouro enterrados nos quintais ou até escondidos dentro de paredes. Fato é, que, com as chuvas do período de janeiro  , uma cratera foi aberta no quintal de uma casa, próxima à Rua Treze de Maio, no bairro Alto da Cruz. A Defesa Civil realizou vistoria no buraco que se abriu em frente à residência, em Ouro Preto (MG). A cavidade possui cerca de 14 metros e revelou a surpresa: foi constatada a existência de uma mina histórica no local. Não muito longe dali, ficam as Minas do Chico Rei é a Mina de Felipe dos Santos. Foram utilizadas técnicas de rapel para descer na cavidade. O trabalho foi realizado com o apoio do Corpo de Bombeiros Militar e também dos professores da Ufop, Hernani Mota (engenheiro de minas e especialista em mapeamento de minas subterrâneas de Ouro Preto) e Luiz Henrique Cardoso (geólogo).Em primeira análise, a residência está construída sobre uma rocha mais resistente e não corre risco de cair. A recomendação técnica é de que a cavidade seja preenchida com rochas, fora do período chuvoso, e complementada com obras para garantir a segurança e estabilidade do imóvel. De acordo com o coordenador da Defesa Civil Municipal, Neri Moutinho, a família de quatro pessoas deverá se manter fora da residência até o final do mês de março, para que o local seja constantemente monitorado mina.

DEFESA CIVIL, BOMBEIROS E UFOP VISTORIAM A MINA.

Porém, algumas pessoas questionam se a casa não poderia ser comprada para a abertura da mina histórica para fins de visitação. Leia a opinião de alguns internautas:

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments