Blima Bracher

Diversificação da economia em Ouro Preto: tecnologia

Imagem: Nathália Souza
Diversificação da economia, geração de emprego e renda, junção de poderes econômicos, populacionais e políticos, esses são os objetivos do Fórum Permanente dos Secretários de Desenvolvimento Econômico da Região dos Inconfidentes e Alto Paraopeba, que teve seu 5º encontro dia 17 de outubro, em Ouro Branco.

Nessa reunião, o Governo de Minas esteve presente por meio do superintendente de Inovação Tecnológica, Pedro Emboava Vaz e do Rodrigo Sampaio Melo, superintendente de Melhoria do Ambiente de Negócios. Falando sobre investimentos, o Luís Carlos Machado, Gerente de Relação com os Municípios do BDMG, deu uma explicação sobre os caminhos que os municípios podem seguir.

Este Fórum é composto pelos gestores de Ouro Preto, Itabirito, Mariana, Conselheiro Lafaiete, Congonhas, Queluzito e Entre Rios de Minas, além do Sebrae, que disponibiliza consultores para melhor direcionar as cidades e criar ações efetivas, entre elas, a proposta de criação de um corredor tecnológico entre os municípios.

Felipe Guerra, secretário de Desenvolvimento Econômico, Inovação e Tecnologia (Smdeit), ressalta que o fortalecimento de políticas públicas para a geração de emprego e renda, será feito de maneira mais ampla e assertiva quando discutido de maneira regional. “Nenhum município conseguirá fazer sozinho, ainda mais com cidades de matriz econômica tão parecidas, como turismo, mineração e empreendedorismo”.

Guerra ainda reforça que esse fórum é para tomar decisões conjuntas para ampliar e estruturar politicas públicas de qualidade. “O corredor tecnológico é um primeiro projeto, de inovação e tecnologia, trazendo junto, além das cidades, o governo estadual e o SEBRAE como parceiros de uma ação futura que auxiliará na diversificação da economia, capacitação da população desses municípios, gerando mão de obra qualificada em tecnologia e inovação”.

Corredor Tecnológico

O corredor de inovação terá como base alguns modelos já estabelecidos em locais como São Paulo, Estados Unidos e Reino Unido. A ideia por trás dele é tornar a Região dos Inconfidentes mais atraente e competitiva nos segmentos de desenvolvimento de novas tecnologias, das mais variadas formas.

Isso será possível por meio do desenvolvimento de políticas públicas municipais e regionais que utilizem as características da região para a indução de pesquisas e geração de empresas que consigam, pela indústria 4.0, resolver novos e antigos problemas dessas localidades.

Segundo o diretor de Ciência, Inovação e Tecnologia da Smdeit, Kelson Douglas, a primeira ação de Ouro Preto será a criação de um Fórum de Inovação e Tecnologia com foco em políticas públicas de indução tecnológica. “Com isso, a cidade dá mais um passo como Estado Empreendedor, deixando de ser apenas reativo quanto à inovação, dialogando com a academia e com as pessoas e empresas criativas para buscarem produzir inovações que façam sentido para a cidade e sua região”.

Kelson ainda ressalta outras iniciativas. “Além disso, o município está criando um Parque Tecnológico e um Hub de inovação, ambientes de inovação, onde a Secretaria de Desenvolvimento Econômico será uma peça central para direcionar parte das soluções na visão de futuro da região histórica de Mina”.

Próximos passos

Na reunião, Rodrigo Sampaio Melo reforçou a necessidade de impulsionar a diversificação econômica da região, com mais participação dos municípios no âmbito estadual. Também foram apresentadas, pelo Pedro Emboaba Vaz, algumas ações de incentivo do governo para o avanço tecnológico, como os programas Compete Minas e Pró-inovação, que ofertam, respectivamente, subsídios e linhas de crédito diferenciadas para empreendimentos que desejam investir em ciência, tecnologia e inovação.

Várias pautas discutidas e encaminhamentos foram feitos, como o site do Fórum, que foi apresentado ao grupo em sua versão piloto. Também ficou definida uma reunião na Cidade Administrativa, ainda sem data marcada, para uma conversa direta com a Secretaria de Desenvolvimento Econômico do Estado.

O próximo encontro do Fórum será em novembro, na cidade de Mariana.

Texto e revisão: Nathália Souza

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments