Blima Bracher

Delegacia da mulher em Ouro Preto

Degacia da mulher

Tão aguardada e necessária, a Delegacia da Mulher será enfim instalada em Ouro Preto. As ações já estavam sendo feitas desde o início da atual gestão, que conseguiu articular a efetiva implantação desse espaço importantíssimo para todas as mulheres ouro-pretanas. Ainda há um processo burocrático a ser feito para a finalização desse projeto, como a contratação de efetivo para o trabalho interno.

Para tanto, a Prefeitura de Ouro Preto já disponibilizou profissionais habilitados para atuarem na equipe da delegacia, como uma assistente social, uma recepcionista, uma advogada e uma psicóloga para atender às mulheres. Da parte da Polícia Civil, já foram cedidas duas investigadoras, a delegada Celeida de Freitas e, para completar o quadro, resta a contratação de uma escrivã.

O prefeito Angelo Oswaldo agradeceu o apoio recebido da esfera estadual para a consolidação da Delegacia da Mulher em Ouro Preto. “Conseguimos atender um pedido antigo das ouro-pretanas e que era uma promessa do nosso plano de governo. É muito importante que tenhamos a presença de uma delegada para atender às mulheres e aos menores em Ouro Preto, ampliando a prestação de serviço da Polícia Civil. Agradecemos o apoio do presidente da Assembleia Legislativa, o deputado Agostinho Patrus, e do deputado Glaycon Franco que contribuíram muito junto à Secretaria de Segurança Pública do Estado para que obtivéssemos esse apoio importante da Polícia Civil, através do delegado Regional Dr. Alfredo Rezende”.

A vice-prefeita Regina Braga está contentíssima com essa conquista que é uma luta antiga e que ela, como todas as ouro-pretanas, sonhou tanto com este momento. “Agradeço a todos os coletivos de mulheres da nossa cidade, à Drª. Andreza Gomes, subsecretária de Prevenção à Criminalidade da Secretaria de Estado de Segurança Pública, ao Conselho da Mulher, a OAB e todos que indireta ou diretamente nos ajudaram nessa aquisição”.

Regina ressalta também que a soma de esforços foi a chave para efetivar a implantação da delegacia no Município e que as ações já começaram desde o início do mandato. “Conseguimos criar o Centro de Apoio à Mulher Efigênia Carabina (CAMEC), que foi uma homenagem à essa importantíssima figura feminina na cidade. Agora, teremos enfim a nossa delegacia da mulher que será um local que irá nos proteger, combater a violência doméstica, sexual, patrimonial, moral e garantir todos os nossos direitos”.

Para a finalização dessa implantação, a Prefeitura está na busca de um imóvel adequado e próximo à delegacia regional para a implantação efetiva da delegacia da mulher. “É uma conquista muito grande e com certeza é uma importante vitória para todas as ouro-pretanas”, finaliza a vice-prefeita.

Arte: Fabíola Moreira

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.