Blima Bracher

Concurso de fotografias sobre Ouro Preto

Igreja do Carmo, por Ricardo Correia Araújo

Até o dia 31 de janeiro, fotógrafos profissionais e amadores podem mandar suas imagens para o concurso “Fotografar para preservar”, promovido pelo Observatório de Comunicação Ambiental (Lei.A) e pela Coordenadoria das Promotorias de Justiça de Proteção do Patrimônio Cultural do Ministério Público de Minas Gerais (CPPC/MPMG). 

O concurso será dividido em 3 categorias, de acordo com o coordenador da Lei A, Gustavo:

  • “A primeira categoria, são os bens culturais materiais protegidos que são aqueles bens móveis ou imóveis tombados, inventariados ou que tem o seu valor cultural formalmente reconhecido por uma Instância: Município, Estado ou o IFAM, o que conhecemos como prédios tombados. Por exemplo, o centro histórico da cidade de Ouro Preto que é considerado tombado, Patrimônio da Humanidade. ‘ – ” A segunda categoria contempla os bens culturais imateriais protegidos em Minas Gerais que são as manifestações culturais como o Condado e o modo Mineiro de se fazer o queijo artesanal.   -“E a terceira categoria e a terceira abre um pouco mais o leque: são os pontos culturais turísticos e afetivos em Minas Gerais, ou seja, lugares que não precisam ser tombados, mas que as pessoas considerem parte da história e da cultura de seu território”, explicou.”

Que ressalta, também, a importância da fotografia para preservar o patrimônio e nossos afetos:

Cada uma das categorias terá um vencedor. Entre os três vencedores das categorias, será eleito o campeão geral, que ganhará um aparelho celular da marca Xiaomi Redmi Note 10. Os demais ganharão um kit “live” composto de um tripé, uma luz e um microfone. O resultado será anunciado no dia 4 de fevereiro nos perfis do Lei.A e do CPPC/MPMG no Instagram.

Regulamento::

1 – Enviar suas fotos para o e-mail do Observatório Lei.A (leia@leia.org.br), no período de 21 de janeiro de 2022 a 31 de janeiro de 2022.

2 – Descrever a que se refere a fotografia e citar sua ligação com o local, objeto ou a manifestação cultural fotografada.

3 – Citar em qual das três categorias a fotografia se enquadra (1 – bens culturais materiais  protegidos; 2 – bens culturais imateriais protegidos e 3 – pontos culturais, turísticos e afetivos  das cidades mineiras)  4 – Identificar-se com nome, comprovante de CPF, número de telefone e conta pessoal do  Instagram. 

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments