Blima Bracher

AmoOuroPreto se reúne para discutir criação de Pinacoteca dos artistas da cidade

A antiga ong criada nos anos 80 pelo pintor Carlos Bracher para frear a descaracterização da cidade foi acionada mais uma vez. Agora artistas e representantes da cidade querem a criação  de uma Pinacoteca, visto que grandes nomes da arte brasileira  já retrataram Ouro Preto. Carlos Bracher  lembra a necessidade de um espaço permanente e de alto nível para abrigar obras de  Volpi, Tarsila do Amaral, Di Cavalcanti, Emeric Marcier, Guignard, Scliar, Ivan Marquetti , Yara Tupinambas, Tonico dos Telhados, Elisa Layon, Valadares, Arthur Versiani, Vandico, Chiquitão Nelo Nunno, Anna Amélia, Emiliana, Eunice Tropia,  Sussuca, Angela Xavier, Eduardo Tropia, Pinheiro, Jorge dos Anjos,  Zé Efigênio Pinto Coelho, Carlos Bracher e Fani Bracher, entre outros. Para Bracher  este seria um acervo de importância  nacional num local de convergência cultural e com o título de de Patrimônio Cultural da Humanidade. A ideia foi trazia novamente em pauta por Daniel D’ Olivier que dependentes a parceria com instituições como a Fundação Gorceix, Ufop e empresas mineradoras. ” Isso poderá  abrir caminho para mestrados e dissertações e testes de doutorado, sendo a Pinacoteca um acervo de conservação e geração de conhecimento” concluíram Daniel D’ Olivier. Foto de Vicente Gomes no Anexo do Museu da Inconfidência. Com http://@blimabracher #blimabracher♦

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Portal UAI.

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments